BlogBlogs.Com.Br

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Clube da Esquina - Trem de Doido

Museu da Loucura

A fantástica letra de “Trem de Doido” encontra-se no museu da loucura, em Barbacena – Minas Gerais. Em bom “mineirês”, “Trem de Doido” significa algo sensacional. É o melhor adjetivo para definir a canção...


TREM DE DOIDO

Lô Borges

Composição: Lô Borges & Márcio Borges


Noite azul, pedra e chão

Amigos num hotel

Muito além do céu

Nada a temer, nada a conquistar

Depois que esse trem começa andar, andar

Deixando pelo chão

Os ratos mortos na praça

Do mercado

Quero estar, onde estão

Os sonhos desse hotel

Muito além do céu

Nada a temer, nada a combinar

Na hora de achar meu lugar no trem

E não sentir pavor

Dos ratos soltos na casa

Minha casa

Não precisa ir muito além dessa estrada

Os ratos não sabem morrer na calçada

É hora de você achar o trem

E não sentir pavor

Dos ratos soltos na casa

Sua casa.

Sua casa.


Lô Borges e Tianastácia



Link para essa postagem


Um comentário:

Elaine Barnes disse...

É. Não temer a morte...O desconhecido e o pavor que nos causa. escrevi tb sobre" O Trem do Tempo", são coisas que sabemos mas estãoguardadas no inconsciênte, qdo trazemos a tona,aiaiai, é pra se pensar. Linda música. bjão

Blog Widget by LinkWithin