BlogBlogs.Com.Br

domingo, 11 de outubro de 2009

Poema

Aproverbiar



Se há quem com ferro fere
É por que nasceu torto.
Como o pau que também o foi.
E se assim morrer
Todos saberão quem tu és

Quem tudo quer
Caça com gato,
Quem tudo perde
Caça com cão.

De grão em grão
Mesmo que a pedra
Não fure,
A galinha enche o papo
E toma água. É mole?

Ria agora se esta é sua hora
Mesmo se não sorrir melhor.
Se quiser rir por último
Vá para o final da fila.

Se roubar de um ladrão,
Será preso, assim como ele,
Seu bobão.
E os tais cem anos de perdão
Creia-me, eles nunca virão.


Arimatéia Avelar


Link para essa postagem


Nenhum comentário:

Blog Widget by LinkWithin